Bom Dia! Terça-feira, 26 de março de 2019
 

Comércio Exterior


O ano de 2016 começou com bons resultados no que se refere à corrente de comércio exterior. O bom desempenho do setor externo foi significativo nesses dois primeiros meses, trazendo impacto favorável sobre a economia piauiense.

No mês de janeiro, por exemplo, a Balança Comercial apresentou uma performance bastante satisfatória, com exportações que atingiu patamares recordes considerando que, desde 2009, este é o primeiro saldo comercial positivo para meses de janeiro.

O registro da corrente de comércio no mês foi mais de US$ 10 milhões. O valor é resultado de exportações que alcançaram a cifra de US$ 6.146.276milhões e importações que somaram US$ 4.610.054 milhões. No mesmo período do ano passado, foi registrado um déficit que superou US$15milhões.

O superintendente de Desenvolvimento Econômico da Sedet, Francisco das Chagas, afirmou que o resultado obtido em janeiro se deve à inserção de novos produtos na área de exportação e a alta do dólar. “Hoje existe a comercialização de novos produtos como a pedra de calçamento e o crescimento da exportação das ceras vegetais, além da abertura de novos mercados internacionais”, explicou.

Os principais compradores dos produtos piauienses no primeiro mês do ano foram: Malásia, Alemanha, China, Estados Unidos. Entre os produtos do estado que mais se destacaram no comércio internacional foram: a cera vegetal, algodão, milho, mel e cobre, além de outros produtos em menor escala.

Em fevereiro, As exportações continuaram crescendo. No mês, a exportação alcançou cifra de US$ 6.079.629 milhões, apresentando crescimento de 1% em relação a janeiro deste ano.Já as importações totalizaram US$ 1.767.344 milhões, fazendo com que a corrente de comércio alcançasse o valor de US$ 7.846.973 milhões, o que resulta no superávit de US$4.312.285.

No acumulado janeiro-fevereiro de 2016, as exportações apresentaram valor de US$ 12.225.907 milhões e as importações somaram US$ 6.394.001 milhões, levando a corrente de comércio a alcançar a cifra de US$ 18.619.908 milhões, resultado de uma movimentação financeira (exportação e importação), com um saldo comercial positivo de 5.831.906 milhões.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Nerinho, o saldo positivo decorre do aumento da produção de ceras vegetais. “O aumento das exportações é resultado da grande produção e comercialização de ceras vegetais, seguida pelo algodão, milho, mel e granito, produtos que têm importância fundamental para a melhora da balança comercial como um todo”, explicou.



Av. Gil Martins, 1810 - 3º e 4º andares, Ed. Albano Franco
CEP: 64.017-650 - Teresina-Piauí - Fones: (86) 3218-1838 / 3218-1819 - Geral


Criação, Desenvolvimento e Hospedagem